• mapasconfinamento

SAMUEL F. PIMENTA






Podem forçar-me a cumprir horários

a vender o meu tempo a troco de ninharias

a entreter-me com enredos hipnóticos

e a acreditar que o fiz por escolha minha.


Podem dizer-me que se nasce apenas

para prestar culto à servidão.


Mas não saberão nunca o que faço sob a escuridão:


dançar nu todas as noites

incendiar o meu corpo

e acordar em mim a rota dos astros.



 

Poeta, escritor, artista. Nasceu em Alcanhões, Santarém. Licenciou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa. Até ao momento, publicou sete livros, além de estar presente em coletâneas, antologias e outras obras coletivas, em Portugal e no estrangeiro. Tem participado em diversas conferências e em encontros literários nacionais e internacionais. São vários os prémios que lhe têm sido atribuídos, como o Prémio Jovens Criadores (2012), o Prémio Literário Glória de Sant'Anna (2016) e o Prémio Literário Cidade de Almada (2019). Além da literatura, faz collage e dedica-se à promoção dos direitos LGBTI+, dos direitos humanos e dos direitos da Terra. Mais em https://samuelfpimenta.com/

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo