• mapasconfinamento

Marcela Dantés





DEZ PEQUENOS PRATOS DE LOUÇA BRANCA



Uma libélula não derrete em água fervente. O que acontece é só aquele barulho de alguma coisa que frita, um discreto cheiro de queimado e depois ela fica lá, imóvel. Se você não viu a cena toda, pode pensar que ela morreu no ar e depois caiu ali, dentro da xícara. Ou, sei lá, pode achar também que ela sempre esteve morta.


A última prateleira do freezer, no alto, é a melhor. Eu uso aqueles pratos miúdos que só serviam antes para acompanhar as xícaras, como se elas não pudessem ser sozinhas. Mas podem, claro que podem. Você pode usar o que tiver, a ordem do dia é se reinventar, não é mesmo? Deu até no jornal.


Eu já congelei: a libélula, sete ou oito traças, uma barata e metade de uma lacraia, que morde. Um prato por espécie, organizados de forma elegante no meu congelador.


Mas é bom avisar, bicho congelado não parece o mesmo bicho que já foi um dia. Quando você passa a faca afiada pelo meio é duro, seco e decisivo, nada tem a ver com aquele crocante de outros tempos. Bicho congelado é muito interessante.


Um dedo humano também.


Se você não viu a cena toda, pode pensar que fui eu que arranquei.




Marcela nasceu em Belo Horizonte, é formada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais e pós-graduada em Processos Criativos em Palavra e Imagem pela PUC-Minas. Seu livro de estreia, a coletânea de contos Sobre pessoas normais (Ed. Patuá), foi semifinalista do Prêmio Oceanos. Em 2016, foi a autora residente do FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos, em Portugal. Em 2020 lançou seu primeiro romance, Nem sinal de asas (Ed. Patuá).


Marcela was born in Belo Horizonte, Brazil, graduated in Social Communication from the Universidade Federal de Minas Gerais and has a post-graduation in Creative Processes in Words and Images from the PUC-Minas. Her debut work, the collection of short stories Sobre Pessoas Normais (Patuá) was shortlisted for the Prêmio Oceanos. In 2016 she was writer-in-residence at FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos, in Portugal. In 2020 she launched her debut novel, Nem Sinal de Asas (Patuá).


Née à Belo Horizonte, Marcela est diplômée en Communication sociale et possède une formation post-universitaire en Processus de Création en Mot et Image. Son premier livre, un recueil de nouvelles «Sobre pessoas normais» (Éd. Patuá) a été demi-finaliste du Prix Oceanos. En 2016, elle a été l'auteure résidente de FOLIO - Festival littéraire international d'Óbidos, au Portugal. En 2020, elle a publié son premier roman, «Nem sinal de asas» (Ed. Patuá).

80 views0 comments

Recent Posts

See All